encontra aqui um pouco de tudo...desde a a gastronomia medieval á revolução russa...
publicado por ana | Domingo, 05 Julho , 2009, 19:40

Revolução Industrial
História da Revolução Industrial, pioneirismo inglês, invenções de máquinas, 
passagem da manufatura para a maquinofatura, a vida nas fábricas, origem dos sindicatos.

revolução industrial - interior de uma fábrica
Interior de uma fábrica durante a Revolução Industrial

 

Introdução 

A Revolução Industrial teve início no século XVIII, na Inglaterra, com a mecanização dos sistemas de produção. Enquanto na Idade Média o artesanato era a forma de produzir mais utilizada, na Idade Moderna tudo mudou. A burguesia industrial, ávida por maiores lucros, menores custos e produção acelerada, buscou alternativas para melhorar a produção de mercadorias. Também podemos apontar o crescimento populacional, que trouxe maior demanda de produtos e mercadorias.

Pioneirismo Inglês 

Foi a Inglaterra o país que saiu na frente no processo de Revolução Industrial do século XVIII. Este fato pode ser explicado por diversos fatores. A Inglaterra possuía grandes reservas de carvão mineral em seu subsolo, ou seja, a principal fonte de energia para movimentar as máquinas e as locomotivas à vapor. Além da fonte de energia, os ingleses possuíam grandes reservas de minério de ferro, a principal matéria-prima utilizada neste período. A mão-de-obra disponível em abundância (desde a Lei dos Cercamentos de Terras ), também favoreceu a Inglaterra, pois havia uma massa de trabalhadores procurando emprego nas cidades inglesas do século XVIII. A burguesia inglesa tinha capital suficiente para financiar as fábricas, comprar matéria-prima e máquinas e contratar empregados. O mercado consumidor inglês também pode ser destacado como importante fator que contribuiu para o pioneirismo inglês.

Avanços da Tecnologia 

O século XVIII foi marcado pelo grande salto tecnológico nos transportes e máquinas. As máquinas à vapor, principalmente os gigantes teares, revolucionou o modo de produzir. Se por um lado a máquina substituiu o homem, gerando milhares de desempregados, por outro baixou o preço de mercadorias e acelerou o ritmo de produção.

Locomotiva da época da Revolução Industrial Locomotiva: importante avanço nos meios de transporte

Na área de transportes, podemos destacar a invenção das locomotivas à vapor (maria fumaça) e os trens à vapor. Com estes meios de transportes, foi possível transportar mais mercadorias e pessoas, num tempo mais curto e com custos mais baixos.

A Fábrica

As fábricas do início da Revolução Industrial não apresentavam o melhor dos ambientes de trabalho. As condições das fábricas eram precárias. Eram ambientes com péssima iluminação, abafados e sujos. Os salários recebidos pelos trabalhadores eram muito baixos e chegava-se a empregar o trabalho infantil e feminino. Os empregados chegavam a trabalhar até 18 horas por dia e estavam sujeitos a castigos físicos dos patrões. Não havia direitos trabalhistas como, por exemplo, férias, décimo terceiro salário, auxílio doença, descanso semanal remunerado ou qualquer outro benefício. Quando desempregados, ficavam sem nenhum tipo de auxílio e passavam por situações de precariedade.

Reação dos trabalhadores 

Em muitas regiões da Europa, os trabalhadores se organizaram para lutar por melhores condições de trabalho. Os empregados das fábricas formaram as trade unions (espécie de sindicatos) com o objetivo de melhorar as condições de trabalho dos empregados. Houve também movimentos mais violentos como, por exemplo, o ludismo. Também conhecidos como "quebradores de máquinas", os ludistas invadiam fábricas e destruíam seus equipamentos numa forma de protesto e revolta com relação a vida dos empregados. O cartismo foi mais brando na forma de atuação, pois optou pela via política, conquistando diversos direitos políticos para os trabalhadores.

Conclusão

A Revolução tornou os métodos de produção mais eficientes. Os produtos passaram a ser produzidos mais rapidamente, barateando o preço e estimulando o consumo. Por outro lado, aumentou também o número de desempregados. As máquinas foram substituindo, aos poucos, a mão-de-obra humana. A poluição ambiental, o aumento da poluição sonora, o êxodo rural e o crescimento desordenado das cidades também foram conseqüências nocivas para a sociedade. Até os dias de hoje, o desemprego é um dos grandes problemas nos países em desenvolvimento. Gerar empregos tem se tornado um dos maiores desafios de governos no mundo todo. Os empregos repetitivos e pouco qualificados foram substituídos por máquinas e robôs. As empresas procuram profissionais bem qualificados para ocuparem empregos que exigem cada vez mais criatividade e múltiplas capacidades. Mesmo nos países desenvolvidos tem faltado empregos para a população.

 

daqui

Assuntos tratados no blog:

Este Blog dedica-se à postagem de fotos,artigos e videos que circulam livremente na internet. Qualquer anomalia ou problema de funcionamento e/ou copyright não é da responsabilidade deste Blog, dado que o mesmo se baseia em hiperligações ou links. Eventuais reclamações e outras solicitações deverão ser feitas unica e exclusivamente nas respectivas fontes de origem. Ana Márcia
mais sobre mim
Assuntos tratados no blog

10 de junho da presidência da república

25 de abril

a batalha de aljubarrota

a construção das pirâmides do egipto

a corte portuguesa no brasil

a declaração de guerra da alemanha a por

a dinastia afonsina ou de borgonha

a gastronomia medieval

a morte de d. sebastião

a primeira guerra mundial

a viagem de marco polo

absolutismo

as moedas de d. afonso henriques

bandeira da união europeia

bandeira de portugal

brasil

bula manifestis probatum (doc)

bússola

cabo verde

cadeira acústica

caravela

carta a el-rei d. manuel sobre o achamen

cidade velha de santiago

conceito de história e seu estudo

conferência de berlim

conimbriga

descoberta da américa

diogo cão

dom pedro i

e portugal fez-se ao mar...

escravatura

fortaleza de jesus de mombaça

fundação batalha de aljubarrota

grandes navegações

guerra colonial

guerra fria

história da grécia antiga

história de amor de d. pedro e d. inês

história em imagens

humberto delgado

idade média

império colonial português

joão gonçalves zarco

lisboa 1756

mapa da crise económica na europa

marcello caetano

martin luther king

moedas gregas (ima)

monstros marinhos

monumentos portugueses

museu das descobertas em belmonte

nau

o grito do ipiranga

o tratado de alcanizes

o tratado de methuen

olhar quem fomos

onde estáo elo perdido?

os pais de cabral

partidos de direita... partidos de esque

pirata ou corsário?

planta do castelo de guimarães

presidentes após 25 abril

quénia

rei luís xiv

reino de espanha (1850)

reis da primeira dinastia

reis da segunda dinastia _ de avis

reis de portugal e o local onde estão se

revolução francesa

revolução industrial

revolução russa

segunda guerra mundial

sidónio pais

sons do 25 de abril

terramoto de 1755

terramoto de lisboa de 1755

testes

tratado de tordesilhas

vários assuntos

vasco da gama

vestuário na idade média

todas as tags

arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
RSS